Blog Providência

Veja nossas novidades

Brassagem da cerveja: o que é e como funciona esse processo

brassagem cerveja providência

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

A cerveja artesanal passa por muitas etapas no processo de fabricação antes de ela chegar deliciosa e do jeitinho que você gosta no seu copo.

A brassagem, também conhecida como maceração, mostura ou cozimento, é a primeira etapa na hora da fabricação da cerveja, um procedimento que transforma o amido dos grãos de malte em açúcares fermentáveis (maltose) e não fermentáveis (dextrinas) que são responsáveis por dar sabor e outras características para a cerveja.

Venha entender mais sobre como são feitas as cervejas Providência.

Diferentes tipos de brassagem na fabricação da cerveja

Existem três tipos de brassagem que podem ser utilizados no processo da fabricação da cerveja: infusão, decocção e a brassagem com várias rampas de temperatura.

Entenda como funciona cada uma delas:

  • Brassagem por infusão

Na brassagem por infusão, os maltes são adicionados em um “panelão” que não vai ao fogo direto. Aqui a água quente vai sendo adicionada aos poucos e é utilizada uma calculadora específica para somar qual a quantidade e qual a temperatura da água que deve ser usada para a brassagem.

  • Brassagem por decocção

Na decocção, uma parte dos grãos que estão no mosto é separada para ser levado à fervura. Depois disso, essa parte que foi separada retorna para o restante do mosto onde agora terá a temperatura elevada.

Esse processo é muito utilizado para a fabricação de cervejas do estilo Pilsen e Weizen já que realça o sabor do malte e deixa o líquido mais claro.

  • Brassagem por rampa de temperatura

A Brassagem por rampa de temperatura é o método mais utilizado na fabricação das cervejas Providência.

De modo geral, esse processo dura em torno de 50 minutos, onde os grãos passam por várias rampas de temperaturas.

O Jamal Awadalkak, do canal Beer School, visitou nossa fábrica para entender um pouco mais sobre o processo de brassagem no dia que estávamos fabricando a Providência Weizen Premium, e no vídeo abaixo você confere como foi:

Neste caso, a cerveja passa por três temperaturas, sendo a primeira rampa a 52° C para a protease que quebra proteínas em aminoácidos, importante para a nutrição das leveduras e para a formação e retenção da espuma. A segunda rampa aguarda os grãos na temperatura de 64° C que privilegia a beta-amilase tem como objetivo quebrar o amido em açúcares menores e fermentáveis, principais responsáveis pela formação do álcool.

E por último, porém não menos importante, a terceira rampa está a uma temperatura de 62° C para o processo de alfa-amilase, que irá quebrar a enzima diastásica em tamanhos diferentes de açúcares não fermentáveis, conhecidos como dextrinas. Essa parte é fundamental, pois levam o corpo das cervejas e também dão o gosto adocicado tradicional das cervejas de trigo.

Lembrando que cada cerveja passa por um processo diferente de brassagem, esse que citamos acima é o caso da Providência Weizen Premium, além disso, a brassagem é apenas um dos processos da cerveja artesanal, que possui muitos outros em sua fabricação.

Outro ponto que gostaríamos de ressaltar é que cada mestre-cervejeiro tem sua receita para a fabricação da cerveja, não é como uma receita de bolo que é exata. Quanto mais experimentos nos processos, mais original e característica uma cerveja se torna.

E se você, assim como nós, é apaixonado por cerveja e tem curiosidade de saber como funciona o processo de fabricação, quais são os estilos de cerveja, quais ingredientes se usam para a produção ou copos ideais para degustar uma gelada, acompanhe o blog da Providência para ficar por dentro do mundo cervejeiro.

Gostou? Conta pra gente!

Cervejaria Providência - Cascavel - PR

Você tem mais de 18 anos?

Se for beber, não dirija!